Em Atibaia, Davanzo exalta união da advocacia e enumera avanços na gestão da CAASP

“Quem cultiva a semente do amor segue em frente e não se apavora. Se na vida encontrar dissabor, vai saber esperar sua hora”. A letra positiva do samba “Tá escrito”, de Xande de Pilares, Gilson Bernini e Carlinhos Madureira, ilustrou o discurso do presidente da CAASP, Luís Ricardo Vasques Davanzo, na solenidade de abertura do 39º Colégio de Presidentes de Subseções da OAB-SP (fotos), no dia 7 de novembro, em Atibaia. O público entendeu a mensagem: os princípios que hoje norteiam Ordem, Caixa de Assistência e subseções, instituições que nunca atuaram tão unidas, restarão vencedores na luta diuturna travada contra aqueles que não compreendem o papel da advocacia no Estado Democrático de Direito. Ao falar para os dirigentes das 240 subseções da OAB-SP que lotavam o auditório do Bourbon Resort Atibaia, Davanzo elogiou a condução da Secional pelo presidente Caio Augusto Silva dos Santos e sua Diretoria, “cuja liderança ecoa nacionalmente”. Nesse sentido, destacou que a advocacia paulista hoje está na linha de frente das causas nacionais: “Nunca São Paulo teve tanto espaço no Conselho Federal da Ordem”. Paralelamente ao alcance nacional da liderança paulista, a atividade administrativa da OAB-SP, descentralizada e tendo a Caixa de Assistência a ela ombreada, mereceu destaque por parte de Davanzo, que citou um dado emblemático: “O presidente Caio já rodou mais de 50 mil quilômetros no Estado de São Paulo neste ano. E notem que não estamos em ano eleitoral!” A segunda parte do pronunciamento do presidente da CAASP abarcou as áreas de atuação da entidade assistencial, todas emolduradas pelo rigor financeiro e a transparência – esta, a ser consolidada em breve com o lançamento do Portal da Transparência da Caixa, à semelhança do que foi feito pela Secional, cujo desenvolvimento foi coordenado pelo diretor-tesoureiro Rodrigo Canelas. A austeridade financeira praticada pela Caixa de Assistência, segundo Davanzo, já colhe resultados. “A folha de pagamentos consumia 102% do orçamento da entidade. Passados apenas 10 meses, hoje consome 90%”, informou. No campo da gestão de recursos humanos, área de responsabilidade do secretário-geral Antônio Ricardo Miranda Júnior, a CAASP está inovando ao possibilitar que os presidentes de subseções onde funcionem um Espaço CAASP optem por manter funcionários da entidade locados ou recebam em recursos financeiros o equivalente aos seus custos salariais. Outra novidade da alçada da Secretaria-Geral da Caixa de Assistência, esta realizada conjuntamente com a pasta congênere da Secional, é a unificação dos planos de saúde dos funcionários das duas entidades, que resultará em uma economia anual de 2,6 milhões de reais para a Caixa e de 1 milhão de reais para a Ordem – a diferença deve-se a questões de sinistralidade. “Essa medida certamente irá repercutir nos planos de saúde da advocacia, que, como sabemos, sofrem com uma série de problemas de alcance nacional”, observou Davanzo. Finalidade essencial – O presidente da CAASP salientou que a diversificação dos serviços da entidade não compromete sua atividade essencial: o socorro a advogados e advogadas em situação de penúria, principalmente aqueles impossibilitados de trabalhar devido a problema de saúde. De acordo com Davanzo, o setor de Benefícios da Caixa, sob responsabilidade da secretária-geral adjunta, Paula Fernandes, concedeu, de janeiro a outubro de 2019, 463 novos auxílios pecuniários a advogados ou advogadas carentes, prorrogou 609 e complementou outros 129. As ações de saúde da CAASP, segundo o presidente, também ganharam impulso a partir de janeiro último. A área comandada pela vice-presidente Aline Fávero abriu a jornada de campanhas preventivas reduzindo o preço da vacina contra a gripe para a advocacia de 65 reais para 58 reais. Juntas, as Campanhas de Vacinação contra Gripe, Boa Visão e Saúde Bucal (primeira fase) registraram 49 mil participações. Agora em novembro, encontram-se em curso as Campanhas Pró-Vida (contra doenças do coração), Saúde da Advogada (preventiva de câncer de mama, câncer de colo do útero e osteoporose), Rastreamento do Câncer de Próstata e a segunda fase da Campanha de Saúde Bucal. Davanzo também anunciou a implantação do PBM (Programa de Benefício em Medicamentos) nas farmácias da CAASP, pelo qual, em alguns casos, “a advocacia poderá comprar seus remédios por preços ainda menores que os de custo”. As farmácias da Caixa de Assistência dos Advogados de São Paulo, informou o presidente, realizaram nada menos que 3,6 milhões de atendimentos de janeiro a outubro de 2019. A estrutura odontológica da maior entidade assistencial do país não foi esquecida no discurso do presidente Luís Ricardo Vasques Davanzo. Segundo o dirigente, as clínicas odontológicas próprias da entidade realizaram 52 mil atendimentos até agora em 2019. E nesse cálculo não estão inseridos os procedimentos efetuados na rede de dentistas referenciados, que são 750 no Interior e 300 na Capital. Diversificação e qualidade – Davanzo concitou os dirigentes de subseções a indicarem estabelecimentos para credenciamento no Clube de Serviços da CAASP. Observou, de outra parte, que na atual gestão, sob a condução do diretor Leandro Nava, o Clube tornou-se mais rigoroso na hora de incluir uma empresa em seus quadros, de modo a que “a diferenciação de preços e serviços fornecidos à advocacia seja substancial”. O presidente da Caixa de Assistência dos Advogados de São Paulo enalteceu também o trabalho da diretora Andréa Regina Gomes, especialmente pela organização de eventos corporativos como a 1ª Festa Junina da Advocacia, o Dia das Mães, o Dia dos País, o Dia da Criança e o Outubro Rosa, entre outros, todos mediante patrocínio e, portanto, sem custo para a entidade. Davanzo elogiou ainda a atuação das diretoras Raquel Tamassia, à frente da Ouvidoria e do Departamento Jurídico da entidade, e Thaís Kourrouski, responsável pelo setor de infraestrutura e obras, às quais se referiu como autoras “de um brilhante trabalho”. Sobre as atividades esportivas da CAASP, um dos focos centrais da atual gestão, o presidente ressaltou seu “caráter inovador e abrangente”, ao incluir, regidas pelo diretor Roberto Araújo, novas modalidades e em todas as regiões do Estado. “A Caixa, nesta gestão, promove de forma intensa as atividades esportivas já consagradas no passado, e vai além, lançando novas categorias, apoiando provas regionais, ampliando as modalidades femininas. Seguem firme o futebol, o tênis, o xadrez e o vôlei. Foi retomado o Circuito de Surfe e lançados os campeonatos de futevôlei e E-esporte, para a alegria dos praticantes de jogos virtuais”, relacionou. Luís Ricardo Vasques Davanzo encerrou seu pronunciamento reiterando a importância de advocacia manter-se unida em torno de suas entidades de classe. Reconhecendo “as graves adversidades que a classe enfrenta”, finalizou com outro trecho da mesma canção que abriu seu discurso: “Basta acreditar que um novo dia vai raiar, sua hora vai chegar”. Fotos: Ricardo Bastos
08/11/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia